Lázaro de Carvalho

170 – O homem e a sua real condição

In Artigos on 17 de agosto de 2012 at 14:52

Diz-nos a ESCOLA que se o Tratado for apenas mais um nutriente da curiosidade humana, ou seja, um artifício para a memória, não produzirá nenhum efeito objetivo. É necessário pensar por si mesmo se acreditamos ser possível colher os frutos desse vasto pomar de novas ideias.

A memória física responde apenas pelo plano físico, mas no início de nossa empreitada rumo ao desconhecido ela tem uma importância muito grande. Ao iniciarmos qualquer aprendizagem usamos a princípio apenas as partes baixas do Centro Intelectual. Pensar de uma maneira diferente significa que o nosso interior passa a refletir à cerca daquilo que a memória física acolheu como aprendizado. Digamos que o espírito interior, hoje dividido em milhares de legiões de eus, muitos dos quais nem sequer se conhecem, começa a se unir de uma forma mais harmoniosa, possibilitando assim conectar-se com as ideias do Tratado. No início da apresentação do Tratado confesso ter ficado bastante decepcionado quando vi que pessoas que necessitavam dele para uma compreensão melhor de si mesmas, simplesmente o ignoravam. Foi então que descobri que a escolha era feita a partir do próprio Tratado. Era o espírito que escolhia o aprendiz e não o contrário. E ele o fazia a partir de uma configuração de forças chamada de Centro Magnético. O Dr Nicoll, um dos mais importantes discípulos de Gurdjieff, nos diz que: “É necessário refletir sobre as novas ideias e fazer com que sejam nossas ideias, se possível em nosso pensar interior”.

O Tratado é um elo esotérico do Cristianismo, perdido há muitos séculos. Nos seus primórdios o ensinamento Cristão era passado diretamente pelos CENTROS SUPERIORES ao homem. Lembrem-se das palavras do Mestre: “Hoje ainda não lhes é possível compreender aquilo que falo, mas descerá sobre cada um de vocês o Espírito Santo, e a partir daí seus olhos, mente e coração irão se abrir e compreenderão”. Mas aquele elo se perdeu com o automatismo da mente humana, por isso o Cristianismo passou a ser ensinado a partir dos sentidos. Cada sentido, ou Centro, ou Cérebro, tornou-se um país aparentemente independente, com legislação específica e poderes próprios. Foi apenas uma questão de tempo para que a mídia alimentasse cada um deles individualmente e outorgasse poderes imaginários. Por isso o Tratado traz novas ideias, ou seja, ideias mais próximas do elo perdido, que possam permitir melhor reflexão e reencontro com o espírito interior. Diz-nos mais uma vez o Dr Nicoll: “Uma das coisas mais importantes a fazer hoje é pensar internamente, com a maior profundidade possível à cerca dos ensinamentos e suas ideias”.

O Tratado é parte de algo imensamente maior que nos diz que somos parte da Vida Orgânica. A Vida Orgânica se assemelha a uma fina película de intensa sensibilidade. É uma substância viva que cobre a Terra, cuja missão é formar um elo entre o intervalo FA e MI, em nosso pequeno Raio de Criação. Infinitos são os Raios, como infinito é o Poder que os criou. Toda a inteligência do homem somada, não é capaz de alcançar a bilionésima parte da inteligência do universo como um todo. Não há inteligência emocional que se compare ao poder criativo e redentor do AMOR. Por isso, quando amamos incondicionalmente a Terra, os seus filhos e frutos, nos elevamos além dos limites do corpo físico. É a Vida Orgânica que permite a transferência entre FA, ou seja, o mundo planetário como um todo e MI, a Terra como planeta. É a Vida Orgânica o elo de conexão entre a parte superior e inferior da Oitava Descendente da Criação. Embora a compreensão disso seja bastante difícil hoje, podemos dizer que a Vida Orgânica é a Força Neutralizante entre as partes superior e inferior da Oitava. É possível dizer que um homem com possibilidades reais para despertar está ao nível de MI, mas para que tal processo venha a se tornar uma realidade é necessária uma inversão interior, ou seja, é preciso que morra para poder renascer. Pensar de uma nova maneira significa matar em si mesmo o homem velho, ou seja, a velha maneira de pensar. É preciso abrir espaço interiormente para que a renoção possa se efetivar.

O homem não aparece como individualidade humana no Raio de Criação como um todo. Somente naquela que chamamos de Oitava Lateral, que se inicia com DO ao nível do Sol e faz SI ao nível dos Planetas é que surge o homem como um ser evolutivo, uma promessa de redenção, uma possibilidade além dos limites da Terra. O seu surgimento acontece com LA, SOL e FA ao nível da Terra, ou seja, como parte integrante da Vida Orgânica. Sendo o homem uma criação dessa magnífica Oitava Lateral é responsável por todos os seres sencientes, seu destino e evolução. Este poder Coronário chamado Sol, ou Chakra Superior, criou o homem como um ser evolutivo para permitir sua ascensão e retono à origem. Gaia, nosso Planeta Mãe é o Chakra do Coração nessa Oitava Lateral. Portanto, a origem do homem é divina por criação e o seu habitat deveria ser divino por descendência cósmica, mas a identificação e a imaginação o fez cativo nos limites inferiores de Gaia. Então, o Cordeiro por origem se fez Lobo pelos limites e fragilidade do próprio homem.

Quando o Céu nos acena com a possibilidade de retorno à casa do Pai é uma tentativa de nos despertar para a nossa procedência divina e missão redentora. Quando aportamos nesse ponto distante no Raio de Criação, a Luz Redentora nos proveu de todas as condições para retornar, bastando retirar o véu que cobre os olhos e ver além dos montes. Mas o Poder do Alto não fez isso pelo simples ato de fazer. A ESCOLA diz que há um limite exato de tempo cronológico para que dentre nós um número exato, nem mais, nem menos retorne. E se esse número não for alcançado o Raio de Criação se dissolverá novamente no nada. Por vermos a necessidade premente do despertar, e também por sermos sabedores que os veículos atuais estão trabalhando no sentido de tornar o homem ainda mais adormecido, aceitamos escrever o Tratado do Lobo e o Cordeiro (432 artigos) para alertar-nos de todo o pavor que isso significa.

A Bíblia diz em Paulo aos Romanos VIII, 19: “A ardente expectativa da Criação aguarda o despertar dos filhos de Deus”. E em Romanos VIII, 22, está escrito: “Porque sabemos que toda a Criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora”. Esta é a certeza de que não estamos sós em nossa caminhada, o Poder que nos criou espera por nós. Por isso o Círculo Consciente da Humanidade, ou Irmandade Sarmung, semeou o Verdadeiro Conhecimento por toda a Terra. Legou-nos a possibilidade de ir além dos limites do corpo, mas nos alerta para a extrema necessidade de manter indenes o Lobo e o Cordeiro, confiados à nossa guarda.

O Dr Nicoll nos diz que: “O homem não necessita sofrer inutilmente se aprender a sofrer conscientemente. Seguindo, sempre que o seu coração assim determinar, as ideias objetivas em sua compreensão interior e não meramente externa”. Agora vamos destacar um ponto importante do Tratado: Ninguém pode receber este ensinamento a menos que lhe pertença por merecimento, esforço e disciplina. Poderá ler o seu conteúdo durante muitos anos, sem nada retirar daquilo que foi dito. Amigos e Irmãos! É a intenção que se coloca no caminho do homem e somente um desejo muito forte de libertação pode nos fazer sentir sua presença, portanto tenha cuidado com os homens bem intencionados. E quando ela se coloca no caminho do homem, ergue edifícios e o convida a entrar é preciso ter olhos para ver e ouvidos para ouvir. Caso contrário, a intenção será como um pássaro que voa sempre em linha reta, e se não estivermos atentos podemos perder o nosso centímetro cúbico de sorte, e ficarmos ao largo de um voo sereno ao desconhecido.

Que assim seja!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: